FORPEDI

Ações do FORPEDI

O Fórum Regional Permanente de Educação da Infância (FORPEDI) encontra-se neste momento de suas ações políticas e pedagógicas num processo sistemático de avaliação do atendimento nas creches públicas dos 26 municípios participantes do projeto de formação continuada de gestores de creches (em andamento desde 2011). A avaliação tem como base o documento publicado em 2009 pela Secretaria da Educação Básica do Ministério da Educação – Indicadores da Qualidade na Educação Infantil. Proposto como instrumento de autoavaliação das instituições de educação infantil, por meio de um processo participativo e aberto a toda a comunidade, o documento tem a finalidade de “contribuir com as instituições de educação infantil no sentido de que encontrem seu próprio caminho na direção de práticas educativas que respeitem os direitos fundamentais das crianças e ajudem a construir uma sociedade mais democrática” (BRASIL, 2009, p.7).

A avaliação, que é realizada pelas equipes de gestores de creches, segue as sete dimensões fundamentais, apresentadas no documento, que devem nortear a reflexão coletiva sobre a qualidade de uma instituição de educação infantil: 1 – planejamento institucional; 2 – multiplicidade de experiências e linguagens; 3 – interações; 4 – promoção da saúde; 5 – espaços, materiais e mobiliários; 6 – formação e condições de trabalho das professoras e demais profissionais; 7 – cooperação e troca com as famílias e participação na rede de proteção social. Para facilitar a avaliação com base nessas dimensões, foram propostos sinalizadores, ou indicadores, isto é “sinais que revelam aspectos de determinada realidade e que podem qualificar algo. [...] os indicadores apresentam a qualidade da instituição de educação infantil em relação a importantes elementos de sua realidade: as dimensões” (BRASIL, 2009, p. 13).

O objetivo do FORPEDI é proporcionar, aos gestores dos municípios envolvidos, as ferramentas necessárias para obter informação sobre a realidade do atendimento a da criança e de sua família, considerando seus problemas, dificuldades, possibilidades e sucessos. Com base nos dados levantados, os gestores coordenarão o processo de planejamento participativo em seus municípios, para delinear as causas dos problemas encontrados. O passo seguinte é a elaboração do plano de ações políticas e pedagógicas com vistas à solução das dificuldades apontadas, de forma que resultem na melhoria da qualidade do atendimento da criança de 0 a 3 anos, no qual deve estar prevista também uma sistemática de formação continuada. A próxima etapa será estender esta ação aos anos pré-escolares e anos iniciais do ensino fundamental.

A instalação do Fórum Regional Permanente de Educação da Infância (FORPEDI) ocorreu em 22 de abril de 2008, num evento específico, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista, campus de Presidente Prudente.

Na ocasião, além da instalação do FORPEDI, após a aprovação de seus princípios e objetivos pela plenária, a programação contou com uma mesa redonda coordenada pela Profª Drª Célia Maria Guimarães, da FCT – UNESP/ Presidente Prudente, com a participação da Profª Drª Maristela Angotti, da FCL – UNESP/Araraquara e da Profª Drª Elisabeth Gelli Yazlle, da FCL – UNESP/ Assis, ambas membros do Fórum Paulista de Educação Infantil.

Ainda em 2008, o FORPEDI realizou duas conferências. A primeira teve como tema EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL: Interlocução entre Avaliação e a Formação de Professores, sob a responsabilidade das Professoras Doutoras Zilma Ramos de Moraes (PPGE-USP) e Emília Cipriano Sanches (PUC-SP), com mediação da Profª Drª Gilza Maria Zauhy Garms. A outra, intitulada A ESPECIFICIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS IMPLICAÇÕES PARA O ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS: o que podemos aprender com as experiências internacionais? Foi proferida pela Prof.ª Drª Lenira Haddad, da Universidade Federal de Alagoas.

Em 2009, juntamente com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), o FORPEDI realizou um levantamento do Perfil das Redes Municipais e, em parceria com o Conselho Municipal de Educação (COMED) de Presidente Prudente, promoveu também o fórum de discussão INDAGAÇÕES SOBRE CURRÍCULO: a concepção de currículo e seus desdobramentos.

No ano de 2010, os esforços se concentraram na discussão e organização dos dados coletados sobre as redes municipais, a fim de promover um trabalho de formação voltado às necessidades apontadas pelos 32 municípios vinculados aos polos regionais da UNDIME de Presidente Prudente e Presidente Epitácio-SP.

Detectadas as reais necessidades das redes municipais, o FORPEDI iniciou, em março de 2011, um projeto de FORMAÇÃO CONTÍNUA, com a temática A CRECHE EM FOCO, cuja proposta é desenvolver uma política pública de formação contínua dos profissionais que atuam nas creches, tendo como objetivo maior tornar o atendimento das crianças na creche uma ação que respeita os direitos constitucionais da criança e de sua família. A opção pela educação infantil, em especial a creche, que atende a criança na faixa etária de 0 a 3 anos, teve como motivo os resultados das avaliações e reflexões realizadas em conjunto com os responsáveis pela gestão desse segmento nos municípios envolvidos, os quais apontaram a necessidade de uma atenção sistemática à creche. O desenvolvimento do projeto prevê encontros mensais que reúnem 58 gestores, entre diretores, supervisores, coordenadores e dirigentes municipais. Não se trata de um curso, mas de formação contínua, com o objetivo de promover ações no âmbito das políticas de atendimento nas creches dos municípios participantes. Para iniciar, o foco, ao longo do ano de 2011, foi a discussão sobre a visão e os conhecimentos que os gestores têm sobre a criança, a creche e o papel dos adultos que atuam diretamente com as crianças, bem como sobre o cuidado e a educação das crianças no espaço da creche. O trabalho encontra-se em continuidade e tem como meta construir uma proposta pedagógica e curricular que respeite a criança e a especificidade do seu modo de agir, pensar e aprender, e discutir também a valorização do profissional da creche (estatuto, plano de carreira, condições de trabalho etc.).

Assim, desde sua instalação, em 2008, o FORPEDI, além das reuniões periódicas do grupo gestor, vem desenvolvendo outras atividades, entre elas a participação em reuniões da UNDIME, polos de Presidente Prudente e Presidente Epitácio, em Projeto de Extensão Universitária junto à FCT-UNESP (PROEX) e em encontros e seminários - sempre em consonância com seus princípios e metas, assim como o levantamento de dados referentes à educação infantil, realizado por meio do Censo dos Profissionais das Redes Municipais de Ensino de Presidente Prudente e Região.

Célia Maria Guimarães

Pedro Newton Rotta
Coordenadores - FORPEDI

 


Principal - Acervo - Agenda - Contatos - Equipe - Fotos - Links - Notícias - Vídeos

Associação dos Amigos do FORPEDI - Fórum Regional Permanente de Educação da Infância - 0 a 12 anos
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.

Eraf Produções

Erik Rafael
ERAF